[ editar artigo]

Sorte? Não, persistência.

Sorte? Não, persistência.

Vejam este filme. Acho que essa é a melhor maneira de iniciar esse texto. Uma injeção de ânimo, uma bela história. Retrata a trajetória de Walt Disney como empreendedor na indústria da animação.

Muitos percalços e fracassos no meio do caminho até a criação do seu personagem mais famoso, o Mickey Mouse. E olha, o que ele enfrentou de adversidades para conseguir realizar o sonho dele.... Assistam.

Foi lançado em 2014, provavelmente você deve ter lido o livro, ou sabe um pouco da biografia dele, mas a mensagem, a lição que se pode tirar dessa obra é atemporal. Dê uma espiada no trailer:

Foi ao acaso. Antes de decidir por ele fiquei um bocado de tempo olhando o catálogo de uma plataforma de streaming de vídeo e nada interessava. Fui vencida pela capa. Achei bem bonitinha a figura do rato Mickey formada nas nuvens. 

Durante o filme pensei muito em quando olhamos para alguém bem-sucedido e dizemos ou pensamos, “fulano é uma pessoa de sorte”.  Ah, confesso que já me peguei pensando assim, viu! Quando na verdade a sorte é o reflexo das doses diárias de persistência, ousadia e muita força de vontade.

Walt não tinha tino para a administração e negócios. Mulheres também não.

Calma, foi uma ironia. E sem a pretensão de fazer apologia a diferença de gênero. Mas, convenhamos que já fez parte da consciência coletiva acreditar que mulher e business não era uma boa combinação. Ainda bem que os tempos mudaram. Ou melhor, está mudando, não é?!

Fiz essa analogia porque na minha humilde opinião, é uma característica da mulher querer abraçar o mundo e às vezes isso reflete no trabalho ou na administração de sua empresa. Ela não precisa dar conta de todas as necessidades de um negócio, por exemplo. Mas:

- Se ela é visionária

- Tem objetivos claros

- Sabe se comunicar, ou compreende a importância de aprimorar a comunicação

- Segue um planejamento

- Está atenta ao mercado, e entende a necessidade de renovar os conhecimentos e de aprender coisas novas

- Sabe lidar com instabilidades no ramo em que atua

-  possui os pés no chão

- Vislumbra onde quer chegar, já é um bom caminho andado. As competências essenciais para conquistar sucesso no negócio serão construídas ao longo da árdua jornada. Eu acredito nisso.

Voltando ao filme, Disney tinha um jeito muito peculiar de empreender e ainda bem que gestão de empresa não era muito o seu forte, talvez não teríamos acesso a essa biografia inspiradora. Ah, as frases de otimismo e motivação ditas em boa parte da história são demais.

Cito apenas uma “ Temos que lutar pelo que acreditamos.”

Bom filme!

Por Cássia Gomes

 

 

Empreendedorismo Rosa
Empreendedorismo Rosa
Empreendedorismo Rosa Seguir

Valorizamos a mulher e todo seu universo pessoal e profissional. Inspiramos pessoas a realizarem ações empreendedoras e intraempreendedoras, contribuindo para um mundo mais inovador e produtivo. Acreditamos que toda mulher pode fazer acontecer!

Ler conteúdo completo
Indicados para você