[ editar artigo]

Se tem uma coisa que eu sinto constantemente é medo...

Medo de mudar, medo de criar, medo até de atravessar a rua. E se tem uma coisa que me faz bem é enfrentar os meus medos (que são muitos!). Mostrar a cada um deles que eu sou capaz, e que, por mais que eles achem que mandam na nossa relação, na verdade, eles só deixam cada conquista mais emocionante.

Fonte da imagem: Reprodução do quadro "O Grito"

Quando eu era criança, praticava rappel. Sim, rappel! Aquele esporte que você se pendura na cordinha e desce, sabe? E sim, eu só tinha 11 anos. Tudo era muito seguro, nosso grupo era monitorado por uma equipe. Certa vez, perguntei pra um comandante do exército (eu acho que era esse o cargo dele. Faz 10 anos já! hahahah), que fazia parte da equipe de segurança:

- Quando você perdeu o medo de descer?

Ele riu e me respondeu:

- Isa, cada vez que eu desço, eu tenho medo.

Eu, com cara de espantada, sem acreditar...

E ele continuou:- Se eu não tivesse medo, não descia mais. O medo é que torna tudo mais emocionante! Sem medo, não tem graça.

Isso pode até parecer uma situação boba, mas pra mim fez toda a diferença.

Fazer rappel era uma delícia, era muito, muito, muito bom! Acho que a sensação era três vezes mais gostosa que comer chocolate. Tirolesa é dez vezes mais gostoso, CERTEZA! (Eu não praticava tirolesa. Fiz apenas algumas vezes). E eu não tinha medo de ir? Claro que tinha!

Eu não lembro o nome do moço que me disse aquilo, mas ele tinha razão. Porque quando eu chegava lá embaixo a minha vontade era voltar correndo pra descer de novo, e de novo e de novo. E era isso que eu fazia!

Não adianta eu te dizer pra você não ter medo, porque é uma coisa que vem de dentro da gente. Por isso não se deve julgar ou criticar o medo de ninguém. O conselho que eu te dou é: tenha medo, mas não deixe nunca ele te dominar.

Tem vontade de fazer algo? O que você ainda tá fazendo aí sentada nessa cadeira? Levanta! A vida passa rápido! Não, não! Espera só eu acabar o post, depois você vai :) Juro que é rapidinho!

Se existe alguma vontade (não importa qual) dentro do seu coração, e se tem algo dizendo que pode dar certo, VAI E FAZ! Se não der certo, leva isso como lição e parte para a próxima. Só, por favor, não deixa a sua vida passar sem você ter feito nada.

Esse texto foi feito especialmente para vocês, super mulheres rosas! Eu tenho pra mim que quem inventou essa história de empreendedorismo estava morrendo de medo, mas foi lá e fez. E não é que deu certo?

Agora tá todo mundo liberado, pode ir mudar o (seu) mundo!

Um beijo, com carinho.

Isabela Mascarenhas é uma designer recém-formada que atua na área há dois anos e meio. Seu trabalho é composto por traços simples e cores marcantes.  Para ela uma imagem não precisa de muitos elementos para cumprir o seu papel e expressar o que quer que seja.

Empreendedorismo Rosa
Empreendedorismo Rosa
Empreendedorismo Rosa Seguir

Valorizamos a mulher e todo seu universo pessoal e profissional. Inspiramos pessoas a realizarem ações empreendedoras e intraempreendedoras, contribuindo para um mundo mais inovador e produtivo. Acreditamos que toda mulher pode fazer acontecer!

Ler conteúdo completo
Indicados para você