[ editar artigo]

Quem não muda, dança!

Por Daniela Delfini

Emprestei o slogan de uma campanha interna promovida pela empresa na qual trabalhei, durante uma das maiores fusões empresariais ocorridas no Brasil! O conceito não é nada novo, tem aproximadamente 3,8 bilhões de anos, é o que a natureza faz o tempo todo: adapta-se para sobreviver.

Então vamos lá! O que vou exercitar a partir desta semana, provavelmente vai ser útil para muitas de vocês. Estive relembrando diversos conceitos de comunicação e relacionamento na semana passada e vou compartilhar o que considero essencial.

Fonte da Imagem: Estudio Trevisart

O primeiro diz respeito à imagem que fazemos do outro. A imagem é uma mera representação, não é a essência, portanto seja criterioso com seus julgamentos. Como diz o pessoal da Programação Neurolinguística (PNL): “ O mapa não é o território”. Aproveito para citar um outro conceito que diz respeito a julgamentos: “o valor de uma pessoa é constante, o seu comportamento pode mudar”, lembre-se disso quando for emitir um comentário do tipo “fulano é assim assado”, procure ater-se ao comportamento da pessoa na ocasião que você gostaria de pontuar. Exemplo: fulano comportou-se assim durante a ocasião xis.

O segundo diz respeito à nossa capacidade de comunicar algo de forma clara e objetiva. Ou seja, enviar uma mensagem e constatar que ela foi entendida. Se quem recebeu a mensagem, entendeu errado, o erro pode estar em quem a enviou, pois, “o significado da comunicação é a resposta que se obtém, independente da intenção do comunicador”.

O terceiro poderia ter sido feito sob medida para o blog: “Não existem fracassos, apenas resultados”. É uma verdadeira libertação pensar que somos adultos, responsáveis pelos nossos atos e, portanto, os resultados são consequências do nosso planejamento e execução. Portanto, nada de vestir a carapuça de vítima e ficar sofrendo, isso não vai mudar o resultado, o que vai mudar é o que você decidir fazer diferente, melhor! Afinal “se você continuar fazendo o que sempre fez, vai continuar obtendo o mesmo resultado”.

E finalmente, algo que precisamos nos policiar diariamente, a todo momento e que vale a pena compartilhar com o máximo de pessoas possíveis. Algumas palavras que devemos evitar usar sem critério: “não” e “difícil”. Pense assim, ao invés do que você não quer, seja positivo e diga o que quer: Lembre-se de me trazer o relatório amanhã, ok? (ao invés de “não esqueça”). Ao receber uma nova tarefa, evite pensar ou expressar-se com termos como “difícil, não sei se consigo, etc.”, faça força para pensar: é desafiador, mas vou conseguir! Quando você pensa ou diz, o cérebro grava, o subconsciente recebe como uma ordem, portanto dê os comandos de acordo com os resultados que quer obter!

Sucesso e boa colheita!

 

Empreendedorismo Rosa
Empreendedorismo Rosa
Empreendedorismo Rosa Seguir

Valorizamos a mulher e todo seu universo pessoal e profissional. Inspiramos pessoas a realizarem ações empreendedoras e intraempreendedoras, contribuindo para um mundo mais inovador e produtivo. Acreditamos que toda mulher pode fazer acontecer!

Ler conteúdo completo
Indicados para você