[ editar artigo]

O iniciar do novo

É incrível como o início de um novo ano mexe com a gente. Pode até dizer que não se importa, que tudo isso é bobagem e que ‘recomeços’ podem acontecer em qualquer data (e podem), mas um ano novo é sempre um marco.

Fonte da imagem: Empreendedorismo Rosa

Confesso que para mim é tempo de muitas reflexões, de pingar os “is”, de puxar as cordas e de faxinar os armários, literalmente e metaforicamente.

No quesito pessoal um balanço mental e físico sempre é bom. Resolver aquele “sentimentozinho” ruim, aquele impasse emocional, é a melhor coisa para se começar um ano com o pé direito. É importante essa reflexão para detectar o bom e o ruim do ano que findou, filtrar e enxotar possíveis frustrações no ano seguinte.

Numa empresa não é diferente. Fazer um balanço geral é de suma importância para detectar os erros e acertos e evitar futuros problemas. Olhar friamente para a estrutura da sua empresa e questionar: o que eu não quero arrastar por mais um ano? O funcionário problemático? O parente funcionário? O equipamento capenga? O faturamento medíocre? A logística ruim? A desorganização das coisas? O sistema operacional falho?

Enfim, são muitas coisas para serem analisadas que determinarão o que manter ou excluir.

O próximo passo é como mudar, como fazer? É claro que tem que ser coerente porque todo início de ano você mal se recuperou do 13º salário e já tem IPVA e IPTU para pagar, então, endividar-se mais está fora de cogitação. Utilize-se de coisas simples, disponíveis até mesmo dentro da empresa, e se surpreenderá com o tanto de coisas reaproveitáveis. Para a faxina mobilize a equipe e depois a gratifique até mesmo com objetos que possivelmente encontrará durante a faxina: um quadro, um relógio... Lembre-se da alimentação, afinal barriga vazia gera mau humor e preguiça, portanto forneça um lanche rápido, eles ficarão felizes e você com a empresa limpa e organizada.  Mais uma dica: se tiver que dispensar alguém o faça antes desta faxina, para que o dispensado não se sinta explorado.

Corrija as instalações elétricas, cheque a hidráulica, chame a dedetização, verifique os móveis, aperte os parafusos das cadeiras e lubrifique as portas; são coisas mínimas, mas que ao longo do ano geram irritação e estresse. Reveja o sistema da empresa, o software e o operacional, chame os funcionários, peça opinião, pois, às vezes, a solução vem daquele que menos se espera.

Encerre e abra conta, organize documentos, elimine pendências, reveja a tributação. Se estiver descontente com o contador esse é o momento ideal para trocar de profissional. Desengavete projetos, planeje o ano todo, desde a compra de uma calculadora nova até a admissão de novos funcionários. Estabeleça prazos factíveis, defina novas regras e as gerencie, reinvente sua empresa, abra-se para novidades e aceite sugestões, isso tudo fará um bem enorme para a empresa, sua equipe e você, gestora.

E se no final de mais um ano você ver que tudo melhorou e ainda pode contar com alguns dígitos a mais no faturamento anual, congratule-se, você merece. Afinal, mudar não é e nunca será tarefa simples, exige vontade, coragem, determinação e muita, muita disciplina. Parabéns!

Semíramis Cordeiro é sócia da empresa Ponto de Evidência Soluções Gráficas. Formada em Marketing, Publicidade e Propaganda. Especialista em Empreendedorismo pela FGV/Goldman Sachs, através do projeto “10.000 Mulheres Empreendedoras do Mundo”. Possui o blog: palavrasdase.blogspot.com.

Empreendedorismo Rosa
Empreendedorismo Rosa
Empreendedorismo Rosa Seguir

Valorizamos a mulher e todo seu universo pessoal e profissional. Inspiramos pessoas a realizarem ações empreendedoras e intraempreendedoras, contribuindo para um mundo mais inovador e produtivo. Acreditamos que toda mulher pode fazer acontecer!

Ler conteúdo completo
Indicados para você