[ editar artigo]

Linha do Tempo do Coronavírus no Mundo

Linha do Tempo do Coronavírus no Mundo

E se a informação não viajasse tão rápido?

Estaríamos mais tranquilos ou mais assustados?

Com alguns cliques, consigo me situar sobre a situação do hashtag#coronavírus no Brasil e no mundo e atualizar a linha do tempo que decidimos montar no AAA Inovação, com as principais notícias da mídia, algo que me surpreende e me assusta.

Por um lado, vejo a agilidade disponível para entender como tudo está se desdobrando, como o mundo se comunica rápido e toma atitudes buscando proteger tanto os seus, quanto aqueles que estão em volta. Quando a vida está em jogo, tanto faz os impactos na economia, fronteiras estão sendo fechadas pelo bem da humanidade.

Do outro, um pânico compartilhado via WhatsApp e uma constante abordagem 99% pessimista da mídia, deixando de lado tantos esforços de líderes, médicos e empresas para oferecer um cenário otimista para o mundo.

A quantidade de títulos com "Quedas", "Mortes", "Emergência" e outros termos assustadores, facilitam a propagação do desespero em uma velocidade muito maior que qualquer pandemia. É informação e é importante, mas frente ao comportamento de "conclusões com base em títulos" que vivemos hoje, me preocupa a falta de bom senso com o poder e velocidade de propagação que o conteúdo tem.

AAA Inovação trouxe uma relação com base nas  fontes CNNPharmaceutical TechnologyAljazeeraOGloboR7 e UOL, que mostra a linha do tempo do coronavírus, com relatos desde sua descoberta no final de 2019.

Com um primeiro registro em Wuhan, capital da província Hubei, na China, o coronavírus se tornou o tema mais conhecido em todo o mundo, após registrar aumentos surpreendentes de casos confirmados nos países asiáticos, e agora, em todos os continentes do globo.

Afetando a economia mundial através de fronteiras fechadas, importações reduzidas e até mesmo empresas aéreas encarando reduções bilionários de valor de mercado, o coronavírus alcançou o Brasil em 25 de Fevereiro de 2020, após confirmação do Ministério da Saúde.

Casos Confirmados de Coronavírus no Mundo

Desde o primeiro relato do coronavírus, já foram confirmados mais de 170 mil casos em todo o mundo, sendo que 46,4% deles foram identificados em território chinês. No final de fevereiro de 2020, a China deixou de ser o epicentro do coronavírus, após apresentar várias medidas preventivas, incluindo a redução em quase 90% do número de vôos em aeroportos de Wuhan.

As informações abaixo foram retiradas do mapa gráfico Coronavirus COVID-19 Global Cases by Johns Hopkins CSSE, apresentado pelo Centro de Ciência e Engenharia de Sistemas da Universidade Johns Hopkins e atualizadas constantemente:

No Mundo: 179.103

Na China: 81.032

No Brasil: 234

Em Outros Países: 97.837

Recuperados: 78.078

Mortes: 7.059

Dados atualizados em 16/03/2020 às 16:49

Linha do Tempo do Coronavírus no Mundo

As informações serão constantemente atualizadas pela nossa equipe, acompanhando o combate ao coronavírus:

  • 31 de Dezembro de 2019

Casos de pneumonia detectados em Wuhan, capital da Província Hubei, na China, foram reportados para a OMS (Organização Mundial da Saúde) ou, em inglês, WHO (World Health Organization). De acordo com o Hospital Municipal de Wuhan, os primeiros casos ocorreram entre 12 e 29 de Dezembro, sem identificação clara do vírus.

  • 1 de Janeiro de 2020

Autoridades chinesas de saúde encerram atividades do mercado de frutos do mar de Wuhan, após identificar animais no local que poderiam ser origem do coronavírus.

  • 5 de Janeiro de 2020

China anuncia que a pneumonia desconhecida não é referente aos vírus SARS (doença respiratória que matou 770 pessoas entre 2002 e 2003) e MERS (doença aguda que matou 858 pessoas em 2012). Em pronunciamento, o Hospital de Wuhan anuncia investigação retrospectiva referente ao vírus, após notificar 60 casos confirmados, 7 em estado crítico.

  • 7 de Janeiro de 2020

Autoridades da China confirmam identificação do vírus como uma nova formação do coronavírus, inicialmente nomeado 2019-nCoV pela OMS. O genoma é divulgado para todo o mundo pelo Centro de Controle e Prevenção de Doença da China.

  • 11 de Janeiro de 2020

Confirmada a primeira morte causada pelo coronavírus. Um homem de 61 anos de idade, exposto ao vírus no mercado de frutos do mar de Wuhan morreu em 9 de Janeiro após uma falha respiratória causada pelo coronavírus.

  • 13 de Janeiro de 2020

Autoridades da Tailândia confirmam infecção pelo vírus, originada de um viajante chinês que havia chegado de Wuhan.

  • 16 de Janeiro de 2020

Governo do Japão confirma caso em homem japonês que viajou para a capital da província de Hubei.

  • 17 de Janeiro de 2020

Segunda morte na China é confirmada e o governo americano anuncia escaneamento de temperatura nos aeroportos de São Francisco, Nova Iorque e Los Angeles, em busca de sintomas do coronavírus.

  • 20 de Janeiro de 2020

China registra 139 novos casos da doença, incluindo terceira morte confirmada. Diretor do Instituto Nacional de Alergia e Doenças Infecciosas informa que os EUA estariam trabalhando em uma vacina contra o vírus. É confirmado primeiro caso na Coréia do Sul, sendo um viajante vindo da cidade de Wuhan.

  • 21 de Janeiro de 2020

Oficiais em Washington confirmam primeiro caso em território norte-americano e Austrália anuncia teste positivo em Brisbane.

  • 22 de Janeiro de 2020

Cidade de Wuhan anuncia que irá “temporariamente” fechar aeroportos e estações de trem, após contagem de mortos por coronavírus ter atingido 17 casos. Província de Henan declara banimento de venda de aves vivas, buscando combater o aumento de casos no país. Casos confirmados na China chegam a 547.

  • 23 de Janeiro de 2020

Organização Mundial da Saúde convoca comitê para anunciar que coronavírus ainda não representa ameaça de emergência à saúde pública internacional, apensar de Singapura também confirmar primeiro caso.

Secretaria de Cultura e Turismo de Pequim anuncia cancelamento de todas as celebrações do Ano Novo Lunar, buscando retardar o avanço de casos de coronavírus vindos de Wuhan. No mesmo dia, autoridades chineses iniciam bloqueio parcial de transportes dentro e fora do epicentro do vírus. Cidades próximas como Huanggang e Ezhou Huanggang também anunciam medidas provisórias.

  • 24 de Janeiro de 2020

China estende restrições de vôo e transporte por trem para outras sete cidades (Chibi, Zhijiang, Huangshi, Xiantao, Enshi, Qianjiang e Xianning). Autoridades chinesas começam construção de hospital temporário com 1.000 novos leitos para o tratamento do coronavírus, com o objetivo de finalizar projeto em 6 dias.

  • 25 de Janeiro de 2020

Hong Kong anuncia estado de emergência e novos casos são registrados no Canadá e em Nepal. Royal Caribbean e MSC suspendem cruzeiros para a China.

  • 26 de Janeiro de 2020

OMS aumenta nível de risco do coronavírus para Alta, governo norte-americano envia vôo especial para retirar americanos de Wuhan e Associação de Serviços de Viagem da China anuncia que todos os passeios, incluindo internacionais, foram suspensos.

  • 27 de Janeiro de 2020

Sri Lanka confirma primeiro caso de vírus, Espanha, Portugal e França também iniciam missões de resgate para retirada de turistas na cidade de Wuhan.

  • 28 de Janeiro de 2020

Xi Jinping, Presidente da República Popular da China, encontra Diretor Geral da OMS, Tedros Adhanom em Pequim, para autorizar o envio de time de experts internacionais, incluindo equipes do Centro de Controle e Prevenção de Doenças dos EUA, para investir as origens do coronavírus. Novos casos confirmados no Japão, Taiwan e Alemanha.

  • 29 de Janeiro de 2020

A Casa Branca anuncia uma nova força-tarefa para auxiliar no monitoramento e contenção do vírus, garantindo dados atualizados da saúde de norte-americanos e informações de viagem. Já são 132 mortos, 5.974 casos confirmados na China e um novo teste positivo é registrado na Finlândia.

  • 30 de Janeiro de 2020

Governo norte-americano confirma primeira transmissão direta do vírus, através de contato com primeiro infectado. No mesmo dia, a Organização Mundial da Saúde declara emergência de saúde pública global por surto do coronavírus ou em inglês, PHEIC (Public Health Emergency of International Concern). Número de países afetados chega num total de 23 e são confirmados novos casos únicos na Índia, Filipinas e dois infectados na Itália.

  • 31 de Janeiro de 2020

A administração de Donald Trump anuncia que irá barrar a entrada de estrangeiros nacionais que viajaram para a China nos últimos 14 dias. Singapura e Mongólia fecham fronteiras com a China, para impedir contato com novos pacientes. Rússia, Espanha, Suécia e Reino Unido confirmam seus primeiros casos de coronavírus.

  • 2 de Fevereiro de 2020

Confirmada morte nas Filipinas de homem chinês com coronavírus, primeira vítima fatal fora da China, após pouco mais de um mês de registros em Wuhan e outros países, com registros de 300 mortes e 14 mil infectados em todo o mundo.

  • 3 de Fevereiro de 2020

Hospital Huoshenshan, com 1.000 leitos é construído após 10 dias de operação, pronto para receber pacientes em Wuhan. Funcionários de hospitais em Hong Kong fazem greve, exigindo fechamento de fronteiras com a China, para evitar novos casos.

  • 4 de Fevereiro de 2020

Ministro da Saúde do Japão anuncia que dez passageiros do navio de cruzeiro Diamond Princess, ancorado na Baía de Yokohama, com coronavírus. Por conter uma tripulação de 3.700 pessoas, o navio é colocado em quarentena com data limite prevista para 19 de fevereiro de 2020.

  • 7 de fevereiro de 2020

Li Wenliang, doutor de Wuhan que foi enquadrado pela polícia após tentar avisar população sobre um vírus “parecido com SARS” em Dezembro de 2019, morre em decorrência do coronavírus. Após seu falecimento, a plataforma chinesa Weibo, semelhante ao Twitter, foi canal para mensagens como “Governo de Wuhan deve desculpas ao Doutor Li Wenliang” e “Queremos liberdade de expressão”, contudo tópicos foram apagados rapidamente pelo sistema de censura da China.

  • 8 de Fevereiro de 2020

Embaixada dos EUA, em Pequim, confirma morte de norte-americano em 6 de fevereiro de 2020, sendo a primeira morte de um estrangeiro, devido ao vírus.

  • 10 de Fevereiro de 2020

Presidente da China, Xi Jinping, inspeciona os esforços para conter o vírus em Pequim, sendo a primeira vez que apareceu na linha de frente da luta contra o surto. No mesmo dia, uma equipe de especialistas internacionais da OMS chega à China para ajudar no combate ao surto do coronavírus. O navio de cruzeiro Anthem of The Seas, é liberado para Nova Jersey, após passageiros com suspeita apresentarem resultado negativo para a infecção, sendo mais um registro de navio em quarentena.

  • 11 de Fevereiro de 2020

Organização Mundial da Saúde nomeia o coronavírus COVID-19.

  • 12 de Fevereiro de 2020

Mobile World Congress (MWC), maior evento de tecnologia e smartphones é cancelado, após abandono de Facebook, Sony, LG, Nokia e várias outras grandes empresas de tecnologia. Casos confirmados no Diamond Princess sobem para 174, após início de quarentena.

  • 13 de Fevereiro de 2020

Prefeito de Xangai, Jiang Chaoliang e chefe do Partido Comunista de Wuhan, Ma Guoqiang, são substitutídos por Ying Yong e Wang Zhonglin, em meio ao surto. Casos confirmados de coronavírus sobe de 44,7 mil para 59,8 mil, após mudança na metodologia que começou a utilizar radiografia e tomografia em análises médicas para apresentar resultados mais rápidos 

  • 14 de Fevereiro de 2020

Confirmada primeira morte na Europa, de turista chinês que estava na França e havia apresentado teste positivo para o vírus. Egito anuncia primeiro registro de coronavírus, representando primeiro caso na África, desde o primeiro registro na China. Facebook e IBM cancelam conferências, evitando possível contato com novos casos de coronavírus.

  • 15 de Fevereiro de 2020

O jornal oficial de Partido Comunista chinês, Qiushi, publicou transcrição de discurso feito em 3 de fevereiro por Xi Jinping, no qual “emitiu requisitos para a prevenção e controle do novo coronavírus”. Discurso foi feito em 7 de janeiro, revelando que o Presidente da República da China sabia e estava direcionando esforços contra o vírus. quase duas semanas antes de qualquer comentário público. 

  • 17 de Fevereiro de 2020

Singapura confirma dois novos casos, totalizando 77 infectados pelo vírus. O cruzeiro japonês afirma ter 454 testes positivos para o coronavírus entre 1723 que passaram por processo de verificação médica. Governo chinês literalmente começa a lavar dinheiro, buscando reduzir a transmissão do coronavírus.

  • 19 de Fevereiro de 2020

Passageiros do Diamond Princess com resultados negativos são liberados para desembarque do cruzeiro, apesar de evidências apresentadas por pesquisadores de doenças infecciosas que mostravam a possibilidade da presença silenciosa do vírus em certos organismos.

  • 20 de Fevereiro de 2020

Irã confirma 3 novos casos, após morte de dois idosos acima de 80 anos, decorrente da infecção de coronavírus. Índia limita exportação de medicamentos para a China, devido ao aumento de casos confirmados.

  • 21 de Fevereiro de 2020

Centros de Controle e Prevenção de Doenças dos EUA (CDC) americano muda critérios de registro, separando pacientes repatriados pelo Departamento de Estados dos EUA e identificados pela saúde pública norte-americana. Israel confirma primeiro caso após mulher retornar de cruzeiro e Itália confirma 4 casos ao todo, sendo dois chineses e dois italianos.

Morre Peng Yinhua, doutor que havia atrasado seu casamento para continuar auxiliando no combate ao coronavírus, mas faleceu decorrente da infecção, após ser admitido no hospital em 25 de Janeiro.

  • 22 de Fevereiro de 2020

Itália confirma primeira morte, sendo de um homem de Veneto com 78 anos, além de anunciar 16 novos casos, totalizando 20 infectados pelo vírus. Irã confirma mais dois casos fatais, resultando em quatro registros.

  • 23 de Fevereiro de 2020

Novamente, Itália registra novos casos, surpreendendo a OMS com um anúncio de 79 infecções confirmadas, encerrando o Carnaval de Veneza, para evitar aumento de testes positivos na região. Mercado de frutos do mar de Wuhan é descartado como origem do coronavírus, após estudo feito por cientistas chineses.

  • 24 de Fevereiro de 2020

Cruzeiro Diamond Princess totaliza 691 casos confirmados e três vítimas fatais do coronavírus. Turquia, Iraque, Arábia Saudita, Paquistão, Armênia, Afeganistão e Kuwait criam restrições de viagem e fecham fronteiras com Irã. Itália se torna o país europeu com mais casos confirmados, atingindo 150 registros em menos de três dias.

  • 25 de Fevereiro de 2020

Ministério da Saúde divulga primeiro caso de coronavírus confirmado no Brasil, em homem de São Paulo que havia visitado Itália.

Instituto Nacional de Alergia e Doenças Infecciosas anuncia testes de vacina contra o coronavírus no Centro Médico da Universidade de Nebraska, em Ohama. Solução foi produzida pela startup farmacêutica norte-americana Moderna, que após anunciar a produção e envio da vacina para humanos, teve alta de 27% em ações da empresa. O primeiro participante seria um dos americanos evacuados do cruzeiro Diamond Princess, no Japão. Itália confirma 322 casos e 11 mortes, recuperando apenas um infectado após surto no país.

  • 26 de Fevereiro de 2020

CDC informa que paciente da California é o primeiro registro de pessoa com o vírus que não teve contato com outros infectados ou fez viagens internacionais. Caso é denominado como “primeira disseminação através de comunidade”. Diamond Princess apresenta 705 testes positivos após fazer teste em 4.061 pessoas. Itália alcança 400 casos e perde mais um civil para o coronavírus. Coréia do Sul anuncia 169 novos casos, totalizando 1.146 infectados e 11 vítimas fatais.

  • 27 de Fevereiro de 2020

Governo da Arábia Saudita cancela peregrinação para a Meca, evitando contato com outras regiões próximas. Japonesa é diagnosticada com coronavírus pela segunda vez, após ter contraído vírus no final de Janeiro e se recuperado em 1 de Fevereiro de 2020. Coréia do Sul alcança 1592 casos confirmado e ONU autoriza envio de medicamentos de prevenção para Coréia do Norte, buscando evitar novos casos decorrentes da região sul.

Cidade chinesa Qianjiang oferece US$1.400 para pessoas que possuem sintomas do vírus se entreguem as autoridades e sigam para tratamento.

  • 28 de Fevereiro de 2020

No Brasil, número de casos suspeitos chegou em 182 em mais de 6 estados brasileiros, apesar de só possuir um paciente confirmado. Cachorro em Hong Kong é diagnosticado com “positivo fraco” para coronavírus, sendo enviado para quarentena de 14 dias. Líderes de ensino à distância na China registram lucro de US$3,2 bilhões com o surte do vírus no país. Registros na Coréia do Sul chegam a 2.337 e número de vítimas fatais no Irã alcança 34, com 388 casos confirmados. OMS eleva risco de epidemia de coronavírus no mundo para “muito alto”.

  • 29 de Fevereiro de 2020

Itália ultrapassa mil casos confirmados, com 1.128 testes positivos e 29 vítimas fatais. Primeira morte é confirmada nos EUA, resultando em novas restrições de viagem para Coréia do Sul, Irã e Itália. É confirmado primeiro caso em Qatar e Coréia do Sul aumenta relatos de casos confirmados para 3.150.

  • 1 de Março de 2020

Segundo caso de coronavírus é confirmado no Brasil, sendo ele um funcionário da corretora XP Investimentos. Mais uma vítima fatal com idade acima de 50 anos é confirmada nos EUA, contudo número de casos recuperados ultrapassa 42 mil. Escócia confirma primeiro relato do vírus e França possui 130 testes positivos da pneumonia, 9 em estado grave.

  • 2 de Março de 2020

Número de casos suspeitos no Brasil subiu para 433, sendo que 162 foram descartados em todo o país. Dólar atinge nona alta seguida, batendo novo recorde e apresentando valor de R$4,487. LATAM suspende vôos entre São Paulo e Milão, após surto de coronavírus e já são 2,100 testes positivos para o coronavírus em 18 de 27 estados norte-americanos. Mortes totais ultrapassam 3 mil pacientes, com mais casos confirmados pela primeira vez em vários países da Europa e do Oriente Médio.

  • 3 de Março de 2020

Governo brasileiro apresentou descontentamento com OMS, por falta de pronunciamento oficial caracterizando coronavírus como pandemia. Tal nomenclatura faz com que tratativa mude de localização de casos, para prevenção de mortes em grupos de risco. Fundação Oswaldo Cruz começou a produzir 30 mil testes para o coronavírus, alimentando todos os Estados brasileiros e mantendo contato constante com cada um. OMS afirmou que vírus pode ser contido, mas apresenta preocupações com Coréia do Sul, Japão, Itália e Irã, com os dois últimos apresentando 77 casos fatais, ambos.

  • 4 de Março de 2020

Crescimento no México e Argentina é calculado em menos meio ponto percentual e menos 2%, respectivamente, devido aos impactos do coronavírus, de acordo com OCDE. Especialistas brasileiros afirma que é questão de tempo para que OMS declare pandemia para o vírus.

Casos confirmados na China parecem ter praticamente estagnado na faixa de 80 mil, com um crescimento de apenas 100 testes positivos referentes ao dia 03/03/2020, contudo já são quase 14 mil casos confirmados fora do país asiático. Conferência internacional Google I/O é cancelada pela empresa e número de mortos no Irã sobre para 94, apesar de casos recuperados ultrapassar a marca otimista de 50 mil.

  • 5 de Março de 2020

Ministério da Saúde confirma 4º caso de coronavírus no Brasil, em jovem de 13 anos que testou positivo para o vírus, porém sem apresentar os sintomas do COVID-19. Dados relevados pela Unesco mostram que 290 milhões de crianças ficaram sem escola devido à pneumonia, afetando o desempenho educacional de 13 países e outros 9 governos. Especialista em Wuhan afirma que cidade poderá apresentar saldo nulo de pacientes do vírus até o final de Março, visto que número de casos confirmados caiu drasticamente.

A Associação Internacional de Transporte Aéreo ou International Air Transport Association ( IATA) IATA afirma que aviação comercial deve perder até US$ 113 bi de receita devido ao coronavírus. Cachorro de paciente em Hong Kong apresentou teste positivo para vírus, comprovando transmissão de humano para animal. Mortes na Coréia do Sul chegam a 35 e casos confirmados ultrapassam 5.766 após 46 dias do primeiro relato.

Ao final do dia, o Brasil apresentou um total de 8 casos confirmados, seis sendo de São Paulo e os restantes de Espírito Santo, sendo confirmado pelo Ministério da Saúde um primeiro registro de transmissão dentro do país.

  • 6 de Março de 2020

S&P Global afirma que crise do coronavírus poderia causar prejuízo de US$211 bilhões para Ásia-Pacífico. Primeiro caso no Vaticano é confirmado, apresentando infiltração da pneumonia no centro da Itália, onde 148 pessoas faleceram e 3,8 mil casos foram confirmados. Na Coréia do Sul, testes positivos chegam a 6.593 e vítimas fatais, 44. Irã apresenta 4.747 casos confirmados e 124 mortes. Festival SXSW 2020 é cancelado nos EUA por causa do coronavírus.

Secretaria de Saúde da Bahia confirma nono caso no Brasil, sendo uma mulher de 34 anos que havia viajado para a Itália. OMS afirma que notas de dinheiro podem ser um dos meios de transmissão do coronavírus, sendo que governo japonês já havia feito processos de lavagem de dinheiro em 17 de fevereiro, buscando retardar o vírus.

Às 16h, o Ministério da Saúde confirmou uma  total atualizado de 13 casos no Brasil, sendo 10 em São Paulo e o restante na Bahia, Espírito Santo e Rio de Janeiro. A Flybe, companhia aérea do Reino Unido, declarou falência decorrente dos impactos do vírus na quantidade de vôos feitos e cancelados.

  • 7 de Março de 2020

Homem de 64 anos é o primeiro caso confirmado na Argentina. Casos fatais no Irã atingem 145 infectados, com um registro de 5.823 casos confirmados. Hotel em quarentena desabou em Qhanzhou, China, com 80 pacientes com testes positivos para o coronavírus, sendo que 42 foram retirados dos escombros, inicialmente.

Nova York entra em estado de emergência devido ao vírus, com 76 contaminados nos EUA e 11 deles na cidade mais conhecida do mundo. Coréia do Sul sobe número de casos confirmados para 6.767, sem novos relatos de vítimas fatais.

  • 8 de Março de 2020

Primeira fatalidade na América Latina é registrada na Argentina. Casos na Coréia do Sul chegam a 7.134 e na Itália 7.375, fazendo com que exército norte-americano restringisse viagens para os países. Navio de cruzeiro Costa Fortuna iniciou viagem para Cingapura depois de ter sido negada a entrada nos portos da Malásia e da Tailândia, devido a temores de coronavírus.

Brasil atinge 19 casos confirmados, de acordo com Ministério da Saúde. Governo italiano encerra atividades de teatros, museus e cinemas até 3 de abril, colocando regiões norte e leste do país. Dez mortes são confirmadas em desabamento da China e 23 ainda permaneceram soterrados em meio aos escombros.

  • 9 de Março de 2020

Casos confirmados nos EUA chegam a 550, atingindo 30 dos 50 estados americanos e apresentando 21 vítimas fatais. Brasil apresenta 25 casos confirmados, com primeiros relatos em Alagoas e Minas Gerais, sendo São Paulo o principal estado afetado.

Um quarto da população da Itália está em quarentena, após apresentar 7.375 testes positivos e 366 mortes, se tornando a região mais afetada do continente europeu. Complexo da Disney em Xangai abriu parcialmente, após redução drástica de casos confirmados na China, mostrando uma melhoria na região que apresentou mais de 80 mil casos desde o início do surto do coronavírus.

Com 25 casos confirmados no Brasil, número de suspeitos sobe para 950, afetando os estados de Alagoas, Bahia, Minas Gerais, Espírito Santo, Rio de Janeiro, São Paulo e o Distrito Federal. Já são 65 casos em toda a América Latina. Ao final do dia, governo italiano anunciou que país entraria em isolamento total, com 60 milhões de habitantes proibidos de fazer reuniões púbicas ou quaisquer movimentos pelo país.

  • 10 de Março de 2020

Rio Grande do Sul confirma primeiro caso de coronavírus, sendo o 31º do país, sem afetar a região norte do Brasil. Governo de Portugal irá decidir em 11 de março se irá encerrar atividade de escolas, evitando maiores riscos de caso de covid-19 no país, que já possui 6 testes positivos registrados.

Presidente Xi Jinping visitou a cidade de Wuhan pela primeira vez, para conhecer profissionais que trabalharam nas operações contra o coronavírus. A Província de Hubei anunciou estar preparando código de saúde que permite retorno ao trabalho. Índia evacuou cidadãos que ainda estavam no Irã, auxiliando 58 indianos em retorno ao seu país. Casal de italianos infectados pelo vírus receberam doses de dois medicamentos (lopinavir e ritonavir) utilizados para o controle de HIV, após autorização do DCGI (Drug Controller General of India), buscando reduzir desconforto do casal, que estava com grandes dificuldades respiratórias.

Jair Bolsonaro, presidente do Brasil, afirmou que não existe crise econômica internacional e que posicionamento da mídia passa uma idéia fantasiosa dos impactos do coronavírus.

  • 11 de Março de 2020

Organização Mundial da Saúde declara coronavírus como pandemia, após número de casos ultrapassar 118 mil em todo o mundo. No Brasil, já são 52 casos confirmados em oito estados (30 em São Paulo, 13 no Rio de Janeiro, Bahia, Rio Grande do Sul, Distrito Federal, Alagoas, Minas Gerais e Espírito Santo), sendo que 935 suspeitas foram descartadas e 907 ainda em análise. Suspeita de dois casos do vírus em Curitiba são anunciados, porém ainda em processo de confirmação.

Bolsa de valores tomba 7,64% , com temor da nova pandemia, derrubando em mais de 9% as ações de Petrobras e Vale, além de trazer prejuízos de 15% para as companhias aéreas Azul e Gol.

São 114 países com relatos de coronavírus e mais de 65 mil infectados recuperados, com a situação da China quase estabilizada. NBA suspendeu temporada por causa do vírus, até segunda ordem.

  • 12 de Março de 2020

Dólar abre cima de R$5 pela primeira vez na história, após Donald Trump proibir viagens para a Europa, à partir do território norte-americano. China anunciou fim do pico do coronavírus no país, com apenas 8 novos casos no epicentro da pandemia, permitindo que a cidade de Wuhan, na província de Hubei, pudesse iniciar retorno em atividades.

Primeira transmissão local no Brasil é registrada, totalizando 15 casos no estado do Rio de Janeiro. Chega a 78 o número de infectados em todo o Brasil, com 46 sendo de São Paulo (44 na capital) e novos casos sendo registrados no Paraná e Pernambuco. Secretário da Comunicação da Presidência, Fabio Wajngarten, que viajou com o Presidente Bolsonaro e integrantes da comitiva para os Estados Unidos, testou positivo para o coronavírus e segue aguardando contraprova.

Tom Hanks e esposa testaram positivo na Austrália, durante gravações de novo filme do ator no país. Ministra da Igualdade da Espanha, Irene Monteiro, confirmou infecção e informou estar realizando reuniões através de videoconferência e Coréia do Sul apresenta 7.869 casos confirmados e 66 vítimas fatais. Casos no Brasil chegam a 84 registros.

  • 13 de Março de 2020

Bolsa brasileira abre em alta de 15% após queda histórica, decorrente do Banco Central de vários países injetando bilhões na economia mundial, buscando estabilizar quedas e evitar novo circuit-breakerHospital Albert Einstein, em São Paulo, afirma ter confirmado 98 casos de coronavírus, informação que vai contra as estimativas do Ministério da Saúde. Dados ainda estão sendo avaliados. Governo do Rio de Janeiro planeja suspender aulas e aplicar home office em servidores.

Espanha informou estar se preparando para declarar estado de emergência, sendo a terceira região com esse pronunciamento. Irã apresentou 11.364 casos confirmados e 516 mortes, iniciando processo de esvaziamento de ruas para prevenção contra o coronavírus.

EUA liberou autorização emergencial de desenvolvedora de produtos farmacêuticos Roche Holding AG, sendo capaz de apresentar resultados até 10 vezes mais rápido que métodos utilizados, analisando 4.128 pacientes por dia e podendo ser replicado para todos os países. Método também já está disponível na Europa e em países que autorizam aplicação de medicamentos da empresa, incluindo o Brasil.

Startup curitibana desenvolveu teste rápido para o coronavírus, capaz de apresentar resultado em aproximadamente 10 minutos, através de aparelho localizado em farmácias, pelo valor inicial de R$130…

  • 14 de Março de 2020

Brasil tem 121 casos confirmados em todo o país, com Salvador, Recife e São Paulo anunciando o cancelamento de eventos com mais de 500 pessoas presentes. Redes públicas e privadas do Rio Janeiro decretam encerramento para o dia 16 de março, na segunda-feira. Governo da Paraíba decreta estado de emergência. após apresentar 25 casos suspeitos do coronavírus.

Austrália baniu eventos públicos com mais de 500 civis, após país ter 197 casos confirmados e 3 vítimas fatais. Donald Trump declara emergência nacional, disponibilizando US$50 bilhões para auxílio no combate ao coronavírus. Europa se torna epicentro da pandemia, de acordo com a Organização Mundial da Saúde.

  • 15 de Março de 2020

Ministério da Saúde apresenta relatório com 200 casos confirmados de coronavírus em todo o Brasil, totalizando 1.913 casos suspeitos em 25 estados e Distrito Federal, além de 68% dos testes positivos terem sido registrados em São Paulo, com 136 infectados. Presidente Donald Trump comprova resultado negativo para o vírus, após suspeita resultante de encontro com Jair Bolsonaro e Fabio Wajngarten em Miami. EUA apresentou 2.900 casos confirmados e 57 vítimas fatais.

Mortes na Itália chegam a 1.809 e casos confirmados ultrapassam a marca de 24 mil e governo do Reino Unido anuncia estar colocando idosos com idade superior a 70 anos em quarentena, aumentando a produção de ventiladores e construção de novos hospitais, para tratamento do coronavírus.

Bolsonaro quebra quarentena e participa de manifestação de partidários, recebendo críticas de presidentes da Câmara e afirmando que não deve haver histeria referente ao virus.

  • 16 de Março de 2020

Bolsa cai quase 10% após suspender negociações e dólar sobe para R$4,92, registrando quinto circuit breaker em Março de2020. Brasil ainda apresenta registro de 200 casos confirmados do covid-19 e, de acordo com as últimas notícias do coronavírus no El País, na América do Sul a Argentina, Perú e Colombia restringiram entrada de turistas no país, assim como Portugal fechou fronteiras com a Espanha, segundo país europeu com maior número de casos registrados.

Casos de coronavírus na China já são menores que em todo o mundo, em uma comparação de 81 mil para 93 mil, invertendo a balança da pandemia em todo o mundo. Irã registra 853 mortes, com 14.991 casos confirmados, assim como Espanha apresentou 8.744 infectados e 297 vítimas fatais.

Informando que não basta deixar os cuidados aos Ministérios da Saúde ou liderança principal, OMS pede “compromisso político” contra o vírus e fim de manifestações. Plataforma de serviços clínicas Clinicarx, disponibilizou página com informações técnicas e orientações para pessoas e empresas, referente ao coronavírus.

Ministério da Saúde atualizou informações durante a tarde, confirmando 234 infectados no Brasil e 2.064 casos suspeitos, além de já terem sido descartados pelo menos 1.624 testes com resultado negativo. São Paulo continua sendo o maior estado afetado, com 152 registros, seguido de Rio de Janeiro (31) e Distrito Federal (13).

 

Post Original: AAA por Daniel Porcides

 

Empreendedorismo Rosa
Empreendedorismo Rosa
Empreendedorismo Rosa Seguir

Valorizamos a mulher e todo seu universo pessoal e profissional. Inspiramos pessoas a realizarem ações empreendedoras e intraempreendedoras, contribuindo para um mundo mais inovador e produtivo. Acreditamos que toda mulher pode fazer acontecer!

Ler conteúdo completo
Indicados para você