[ editar artigo]

O Empreendedor e o Papai Noel

Por Rogério Delazzari

Era uma vez Noel, um velhinho, gordo, muito alegre e que gostava de fazer coisas boas. Um belo dia ele decidiu criar seu próprio negócio e atuar em algo que amava fazer, abriu sua empresa de presentes. Seu objetivo era atender os muitos pedidos que recebia todos os anos, vindos de todas as partes do mundo.

A ideia era ótima, e não tinha como dar errado. Afinal, receber presentes era algo que as pessoas iriam querer muito!

Fonte da imagem: Os mais.com

Escolheu uma bela casa, contratou funcionários e começou a trabalhar. Tinha ótimas ideias para gerir seu negócio e começou a colocá-las em prática.

Mas, passado algum tempo, as dificuldades começaram! O local escolhido para o seu negócio era muito distante dos clientes e os dias eram muito frios, nevava quase que todos os dias. Era muito difícil trabalhar. Seus funcionários eram anões e não faziam as coisas como ele pensava, um era carrancudo e mal-humorado, outro só pensava em dormir e outro ria de tudo. Ninguém entendia o que Noel queria. Os pedidos de presentes não eram claros e por vezes vinham em línguas que ele não entendia. O transporte era muito difícil, já havia tentado transportar por carro, motocicletas e até por bicicletas.

Parecia que o mundo ia desabar para Noel.

Mas Noel era um velhinho determinado e não desistiria tão fácil. Persistiu, enfrentou crises e procurou entender a linguagem que seus clientes e funcionários falavam.

Um dia, vagando pelos terrenos cobertos de neve, viu alguns animais pastando. Se aproximou e notou o quão dóceis e fortes eram. Poderiam ajudá-lo no transporte dos presentes.

Os anos foram passando e as coisas começaram a melhorar. Os dias eram mais fáceis e os clientes mais felizes. Dedicou-se tanto ao trabalho que até nem mais a barba fazia, mas enfim seu negócio prosperava.

Hoje Noel está feliz!  Foram tempos de muita luta, mas que valeram. O amor de Noel pelo trabalho só aumenta.

Trabalha com os mesmos funcionários, que depois descobriu serem duendes e não anões, renas fazem o transporte dos presentes, todos os pedidos são atendidos e seus clientes estão muito felizes.

Então se você, às vezes, reclama das dificuldades de ser um empreendedor, enfrentar crises e vencer uma batalha a cada dia, lembre-se do Papai Noel!

Feliz Natal e que Papai Noel traga muitos negócios para o seu negócio!

Empreendedorismo Rosa
Empreendedorismo Rosa
Empreendedorismo Rosa Seguir

Valorizamos a mulher e todo seu universo pessoal e profissional. Inspiramos pessoas a realizarem ações empreendedoras e intraempreendedoras, contribuindo para um mundo mais inovador e produtivo. Acreditamos que toda mulher pode fazer acontecer!

Ler conteúdo completo
Indicados para você