[ editar artigo]

Começando a empreender

Por Tamires Motálibe

Realizar o sonho de ter o próprio negócio está longe de ser uma tarefa fácil. Entraves burocráticos e, principalmente, econômicos, ainda são o “X da questão” na hora de tirar o sonho do papel.

A decisão de abrir uma empresa usando apenas recursos próprios é bastante comum. Muitas empreendedoras optam por não contrair empréstimos e/ou procurar investidores para o seu negócio. Para estas, valem as seguintes dicas: você precisa saber muito bem o que fazer com o seu dinheiro, onde exatamente irá investir, visto que qualquer investimento errado pode ameaçar não só o caixa da empresa, como também os planos de crescimento a curto e médio/longo prazo. A empreendedora que deseja seguir por esse caminho, deve estar atenta a alguns pontos importantes, que certamente darão uma boa alavancada no seu empreendimento.

Fonte da Imagem: Shutterstock

São eles:

1. A sua ideia de negócio é válida?

A dica para saber se a sua ideia de negócio é boa consiste em NÃO pedir opinião àquele parente ou amigo querido. A melhor maneira de validar sua ideia é pedir a opinião de quem realmente importa para sua empresa, ou seja, seus futuros clientes. Procure potenciais clientes ou empresários experientes e os questione. Acima de tudo, esteja aberta a receber respostas, opiniões e dicas, que sempre serão válidas.

2. Você tem um mentor?

Não adianta pedir conselhos e dicas às pessoas que lhe apoiam em tudo e reafirmam todas as suas ideias. Você precisa encontrar pessoas experientes, que te façam questionar e sair de sua zona de conforto, que desafiem a sua inteligência e façam você utilizar seus melhores argumentos, fazendo-as também pensar e lhe mostrar o melhor caminho, tomando como base cases de sucesso. Provavelmente você não irá gostar do que vai ouvir, mas deve levar essas ponderações a sério e estar aberta aos feedbacks. Hoje em dia, é possível contar com a mentoria de profissionais altamente capacitados, com expertise na área em que você deseja atuar. Informe-se!

3. Invista TUDO no seu negócio

Quando a Agência Aplique foi criada, eu e minha sócia, Dayanne Melgaço, optamos por não ficar com nenhum lucro da agência. Não é fácil, é verdade, mas pensando sempre na empresa chegamos à conclusão, com base em diversos estudos, que empresas que focam em gerar lucratividade para os sócios muito cedo acabam não oferecendo um produto/serviço bom o suficiente para superar as expectativas dos clientes. Dessa forma, acabam não desenvolvendo referência para que eles lhes indiquem e, com isso, terão dificuldades em gerar novos negócios.

4.  Marketing é sobrevivência, comece cedo!

Geralmente empreendedoras que estão começando gastam muito tempo e, principalmente, investem muito dinheiro na concepção e no lançamento do seu produto/serviço. Não que isso não seja importante, porém, quando chega a hora de anunciar a novidade, onde estão os recursos? Por isso, é extremamente importante que, logo no começo, você comece a pesquisar meios com a melhor relação custo/benefício para chegar ao consumidor.  Invista uma parte dos seus lucros em marketing, pois, quanto mais, melhor. Com planejamento, vale a pena começar a fazer ações, mesmo antes da confecção e do lançamento do produto. Teste e confira os resultados!

Empreendedorismo Rosa
Empreendedorismo Rosa
Empreendedorismo Rosa Seguir

Valorizamos a mulher e todo seu universo pessoal e profissional. Inspiramos pessoas a realizarem ações empreendedoras e intraempreendedoras, contribuindo para um mundo mais inovador e produtivo. Acreditamos que toda mulher pode fazer acontecer!

Ler conteúdo completo
Indicados para você