[ editar artigo]

A Dama de Ferro nos inspira

Por Maria Mion

Hoje viajaremos pela história e pelo cinema, falando sobre o filme: A Dama de Ferro. Uma obra incrível, que conta a história de uma figura memorável: Margareth Thatcher. Ela foi a primeira mulher a se tornar primeira-ministra do Reino Unido e seu governo perdurou por 11 anos. Vamos ver o que ela pode nos ensinar sobre apresentações. Ninguém começa bem. Essa frase pode parecer pessimista, mas, na verdade, não é. Vou explicar. Para serem boas em algo, a maioria das pessoas primeiro precisa treinar e trabalhar muito. Para falar em público, que para muitos é motivo para entrar em pânico, não é diferente. Veja Margareth Thatcher, por exemplo, durante suas primeiras reuniões no parlamento, nas quais ela tinha que discutir e apresentar suas ideias, muitos diziam que sua voz era irritante, que ela não passava autoridade e, muitas vezes, ela era motivo de chacota no parlamento britânico. “Talvez vocês devessem se preocupar mais com o que estou dizendo e não como estou dizendo”. Vemos no filme Thatcher respondendo isso a um daqueles que resolveu criticar sua forma de falar.

Fonte da imagem: Agência Bolacha

Pois é, caros leitores e leitoras, Margareth Thatcher no começo de sua carreira não sabia se apresentar muito bem. Então, por que você deveria? É comum termos alguns problemas no início, como nervosismo, posicionamento no palco, entre muitos outros. A minha dica principal é: ensaie muito. Saiba muito bem seu discurso antes de subir no palco, isso te deixará muito mais confortável e confiante. Outra boa estratégia é tentar filmar suas apresentações e assistir mais tarde, analisando o que você está fazendo de errado. Você pode achar muitos defeitos, mas todos podem ser superados. E também assista apresentações de outras pessoas e incorpore o que você achar interessante. Tudo o que você precisa é prática, muito treino. Thatcher correu atrás, melhorou a sua forma de falar e se tornou uma das mulheres mais imponentes de todos os tempos. Não subestime a sua apresentação, ela é muito poderosa. Apresentações têm o incrível poder de espalhar ideias. É impressionante analisar como apresentador e público conseguem criar uma conexão tão forte que filosofias são adotadas, estilos de vida mudados e produtos comprados por meio de uma apresentação. Portanto, seja qual for a área em que você trabalha, se você tem uma ideia e quer passá-la adiante ou quer mudar a opinião das pessoas sobre um determinado assunto, invista seu tempo em apresentações. Não adianta termos uma ótima ideia se não a colocarmos em prática e se não conseguirmos fazer com que ela chegue até às pessoas. Em um momento do filme, Margareth fala o seguinte: “Cuide dos seus pensamentos, ou eles se tornarão palavras. Cuide de suas palavras, ou elas se tornarão ações. Cuide de suas ações, ou elas se tornarão hábitos. Cuide dos seus hábitos ou eles se tornarão seu caráter. Cuide do seu caráter ou ele se tornará seu destino. Nós nos tornamos aquilo que pensamos”. Portanto, não subestime sua apresentação. Ela ajudará a espalhar as suas ideias e transformá-las em ações. Reserve mais tempo para criar suas apresentações e dê a elas a relevância que elas merecem. Independente da sua ideologia política ou das consequências de suas ações no governo, Margareth Thatcher é um exemplo de dedicação e de liderança. Seu legado foi construído com muita luta e persistência para vencer o preconceito. “Tudo o que eu queria era fazer diferença no mundo”, diz Thatcher. Apresentações afetam seus espectadores e despertam neles diferentes reações. Cada apresentação tem um impacto muito particular para cada um que a assistiu. Faça a diferença você também. Apresente-se.

Empreendedorismo Rosa
Empreendedorismo Rosa
Empreendedorismo Rosa Seguir

Valorizamos a mulher e todo seu universo pessoal e profissional. Inspiramos pessoas a realizarem ações empreendedoras e intraempreendedoras, contribuindo para um mundo mais inovador e produtivo. Acreditamos que toda mulher pode fazer acontecer!

Ler conteúdo completo
Indicados para você