[ editar artigo]

O ritmo em que mulheres assumem postos em gestão de fundos tem sido extremamente lento

O ritmo em que mulheres assumem postos em gestão de fundos tem sido extremamente lento

 

Mulheres que administram fundos de investimento levarão dois séculos para conquistar o mesmo status que os homens no atual ritmo de promoção, segundo pesquisa da Citywire.

O ritmo em que mulheres assumem postos em gestão de fundos tem sido “extremamente lento”: existem apenas 1.762 mulheres entre os 16.018 gestores de fundos ativos do mundo, de acordo com o relatório. O número representa cerca de 11% em comparação com pouco mais de 10% há quatro anos, mostra a pesquisa.

Empresas de gestão de fundos sofrem pressão cada vez maior de clientes para melhorar a diversidade. Muitas nos Estados Unidos e na Europa são obrigadas a fornecer dados sobre categorias de gênero, de acordo com o relatório. Dos US$ 15 trilhões em ativos no banco de dados da Citywire, apenas US$ 2,9 trilhões são administrados por mulheres, equipes exclusivamente femininas ou uma equipe de mulheres e homens.

Rotatividade também é um problema, com 42% das gestoras de fundos tendo mudado de cargo na última década, em comparação com 27% dos homens, segundo a pesquisa. Fatores que incluem cultura da empresa, trabalho flexível e licença-maternidade contribuem para a alta rotatividade, disse o relatório.

O The Times of London divulgou a pesquisa anteriormente.

Quer ter VOZ em sua liderança? Faça parte do Lean In Circle, nova turma em novembro:

https://www.sympla.com.br/performe-mulher---lean-in-circle-----lideranca-e-auto-lideranca-feminina--turma-51__998608

 

Fonte da Matéria: UOL 

Empreendedorismo Rosa
Empreendedorismo Rosa
Empreendedorismo Rosa Seguir

Valorizamos a mulher e todo seu universo pessoal e profissional. Inspiramos pessoas a realizarem ações empreendedoras e intraempreendedoras, contribuindo para um mundo mais inovador e produtivo. Acreditamos que toda mulher pode fazer acontecer!

Ler conteúdo completo
Indicados para você